Comprar Iboga – Dosagem, Efeitos e Testemunhos

comprar iboga raizNum dos artigos provavelmente mais extensos na internet sobre Ibogain mostramos em primeiro lugar em que loja se pode comprar Iboga de alta qualidade e encomendar online como casca de raiz para Portugal e outros locais (nomeadamente aqui).

(Nota: Este artigo foi traduzido por falantes não nativos. Pedimos desculpas por qualquer erro linguístico! O conteúdo foi amplamente pesquisado com base em fontes científicas e está 100% correcto. Temos trabalhado muito e arduamente nisto!)

Além disso, dedicamo-nos em grande detalhe ao importante tema da dosagem, utilizando numerosas fontes científicas. Outros aspectos da planta Tabernanthe iboga, tais como efeito, duração da ação, consumo, relatórios de experiência, uso para aliviar a retirada de heroína e para combater a dependência de drogas como uma cura milagrosa também são discutidos em detalhe.

Ibogain é uma dica secreta para superar problemas pessoais como dependências de todos os tipos, medos e compulsões, traumas, depressões, distúrbios mentais e muito mais. A taxa de recidiva de pacientes com heroína tratados com terapia iboga é fenomenalmente baixa em 20% – as terapias medicamentosas convencionais têm uma taxa de 90 a 95%!

Infelizmente, esta substância é ainda pouco investigada, razão pela qual é aconselhável uma utilização segura. Apesar de poder encomendar em muitos países, apenas algumas clínicas de dependência oferecem ibogaína terapêutica para retirada e repensar (o que, no entanto, custa alguns milhares de euros, em vez de comprar). Portanto, a maioria das pessoas compra e consome apenas com um Tripsitter e tem experiências espetaculares com ele! Mais sobre isso no capítulo correspondente.

Importante: Se você já teve dúvidas ou mesmo experiências com esta medicina xamânica inconcebivelmente eficaz, por favor, diga-nos anonimamente na área de comentários abaixo.

Comprar Iboga – Comparação de preços

Comprar iboga é legal na maioria dos países do mundo (veja a próxima seção para mais detalhes). A loja online austríaca "Querbeet" é um fornecedor de produtos iboga de raiz auto-testado e de confiança. Esta é mesmo a única fonte de abastecimento desta raiz milagrosa em toda a Europa! Aqui você pode requisitar todos os tipos de outras drogas naturais em sempre alta qualidade por muitos anos absolutamente discreta, confiável e seriamente.

O Ibogain lá está disponível como casca de raiz de alta qualidade com cerca de 5 a 6% de conteúdo de ingrediente ativo. Dependendo da quantidade encomendada, receberá um enorme desconto (as seguintes informações de preço para comprar Ibogain em preço por grama):

Imagem Ibogaína Descrição da Preço/g Compre isto
ibogain kaufen kleines vorschaubild - iboga in der schale als Wurzelrinden Pulver 1g de casca de raiz de iboga O produto ibogaine aqui oferecido é sempre da mesma alta qualidade e inclui a casca da raiz (com cerca de 5-6% de conteúdo de ingrediente ativo). 11,90 € Compre aqui
ibogain kaufen kleines vorschaubild - iboga in der schale als Wurzelrinden Pulver de 5g de casca de raiz de iboga Desconto de quantidade de 16%. 10,00 € Compre aqui
ibogain kaufen kleines vorschaubild - iboga in der schale als Wurzelrinden Pulver de 10g de casca de raiz de iboga Desconto de quantidade de 25%. 9,00 € Compre aqui
ibogain kaufen kleines vorschaubild - iboga in der schale als Wurzelrinden Pulver de 50g de casca de raiz de iboga Desconto de quantidade de 33%. 8,00 € Compre aqui
Vorschaubild leerkapseln 100 cápsulas de gelatina vazias É uma boa ideia. Se você não quiser vomitar o pó caro inutilmente novamente, você deve absolutamente decantá-lo em cápsulas para consumo! 4,95 € Compre aqui
Vorschaubild digitalwaage zur dosierung Equilíbrio fino "Boston Digital"
(0,1 – 600 g)
Não podes fazer nada aqui sem uma escala. Essencial para uma dosagem correcta! 8,50 € Compre aqui
x

comprar Cogumelos MagicosPor favor, note: Um tratamento de vício ou problema com o Ibogawurzel parece ser bastante grande com aproximadamente 200 a 300 euros para uma dose correspondentemente alta, uma vez que, em média, dependendo do peso corporal, são necessários 20 a 50 gramas da casca da raiz acima com 5% de conteúdo de substância ativa (ver também capítulo inferior para dosagem).

Mas quanto dinheiro vale para você uma vida sem vícios ou a abolição do sofrimento psicológico? 3 horas de psicoterapia custam o mesmo e trazem muito menos. Sem falar nos custos mensais de consumo (incluindo cigarros), que podem então ser poupados.

– – – – – –

Pequena atualização para a dosagem e a quantidade necessária como tabela:

Antes de comprar iboga, os povos perguntam outra vez e outra vez quanto elevado a dosagem seria e quanto teriam que requisitar para o mais melhor efeito. Quem leu o artigo completamente, deve saber isso na verdade. A fim de evitar mal-entendidos, no entanto, uma tabela de dosagem é fornecida abaixo. Isto refere-se EXCLUSIVAMENTE à raiz da casca da loja online "Querbeet" ligada aqui e toma como base 20mg de ingrediente activo ibogain por quilograma de peso corporal (é também o único produto que contém ibogain na loja, o preço só varia dependendo da quantidade encomendada)!

Quem encomenda assim sobre este, que deve comprar e consumir as seguintes quantidades Iboga para a obtenção do melhor efeito possível:

peso corporal  Quantidade de casca da raiz
55 quilogramas 22 gramas
60 quilogramas 24 gramas
65 quilogramas 26 gramas
70 quilogramas 28 gramas
75 quilogramas 30 gramas
80 quilogramas 32 gramas
85 quilogramas 34 gramas
90 quilogramas 36 gramas
95 quilogramas 38 gramas
100 quilogramas 40 gramas
105 quilogramas 42 gramas
110 quilogramas 44 gramas
115 quilogramas 46 gramas
120 quilogramas 48 gramas
 e assim por diante  e assim por diante

Base de cálculo: A partir de 5% de conteúdo de substância activa da casca da raiz (1 grama de casca da raiz contém 50mg de substância activa) com uma dosagem óptima de 20mg de ibogaína por quilograma de peso corporal. 20mg/kg deve ser já para a realização segura do efeito libertador, por isso este valor serve como base de cálculo! Uma vez que a experiência pode ser física e mentalmente bastante extenuante no rescaldo, a pessoa ficaria verde e azul irritado se fosse mesquinha com a dosagem e, portanto, não conseguiu o efeito desejado. Siga também as instruções de saúde abaixo para pessoas fisicamente doentes.

Importante: É essencial utilizar cápsulas ou "bombas" vazias (por exemplo, embrulhadas em papel de cigarro) e envolver o pó de iboga nelas, pois tem um sabor muito amargo e pode ser vomitado logo após a ingestão. Muito dinheiro seria perdido. Além disso, o vômito precoce não poderia fornecer os efeitos desejados de alívio da dependência ou alívio do sofrimento mental (como a depressão), porque o corpo absorveu muito pouca substância ativa. Portanto, SEMPRE embalar em cápsulas (melhor solução, também disponível na Amazon ou #aqui em Shayana) ou pelo menos em papel de cigarro (solução ruim e cara). As cápsulas não são adicionadas automaticamente, mas devem ser compradas separadamente e o pó é envasado nelas.

Armazenamento: A Iboga deve ser armazenada num local fresco e afastado da luz, ou seja, de preferência no frigorífico (não no congelador!). Deve ficar lá durante anos.

Consumo: As pessoas continuam a perguntar como funciona tudo isto, se é necessário tomá-lo regularmente, etc. Portanto, gostaríamos de deixar claro mais uma vez que você toma a sua própria dose (que depende do seu peso corporal, veja acima) de uma só vez e não a espalha por vários dias. A pessoa engole as cápsulas com iboga e depois tem visões e insights de auto-cura. Isso é relatado por inúmeros usuários, por isso é verdade. Os xamãs da África Ocidental têm usado com sucesso este remédio dado por Deus durante milhares de anos. Então: Tome a dose calculada pessoalmente de uma só vez e depois deite-se na cama durante horas e seja curado. Depois disso, você deve manter 2 a 3 dias para processar toda a coisa e curar a exaustão física. É isso mesmo. Um consumo renovado após um Ibogabehandlung não deve ocorrer antes de decorridos 3 meses, uma vez que até então os efeitos residuais estão presentes e só então a experiência completa se torna novamente acessível.

Náusea: O vômito faz parte da limpeza interna e ocorre na maioria das pessoas. No entanto, pode ser combatido tomando comprimidos anti-nausea. O ingrediente activo destes comprimidos é chamado dimenidrato. Estão disponíveis em farmácias sem receita médica (por exemplo, sob o nome "Vomex A").

– – – – – –

iboga pflanze

Comprar Tabernanthe Iboga é melhor feito como raiz, casca de raiz, HCL ou como extrato alcalóide total. Estes dois últimos produtos não estão disponíveis na Europa ou estão rapidamente esgotados e são, de qualquer modo, extremamente difíceis de obter. Poderá, no entanto, sem muito esforço e com apenas um pouco de vinagre, fazer um extracto Iboga Total Alcalóide da casca da raiz acima referida, em vez de ter de o comprar (ver as instruções abaixo). Como europeu, não há quase nada mais habitual do que comprar a casca da raiz de Querbeet, porque é a única fonte do nosso continente!

Além, comprar o extrato do iboga no detalhe será completamente um affair caro. A casca da raiz já custa muito, mas o extracto não é por vezes inferior a 100 euros por grama por encomenda (normal seria de 70 a 100 euros). O mesmo se aplica ao HCL, cloridrato de ibogaína – ou seja, ibogaína pura. Se você conseguir, você paga 210 euros e mais por um único grama! Estes preços referem-se a uma loja correspondente na Grã-Bretanha, que no entanto não vendeu mais por um longo tempo e também deixa emails etc. sem resposta. Abaixo também mostramos como fazer facilmente o seu próprio extracto alcalóide total.

Se quiser comprar Ibogain na loja Querbeet da Áustria, não pode fazer nada de mal com ele. Aqui você sempre tem que lidar com produtos de alta qualidade de excelente qualidade. Nós próprios não recomendaríamos esta Iboga Shop se não a tivéssemos testado várias vezes com sucesso. Se o extracto de iboga estiver esgotado ou não estiver disponível no momento, você pode mudar para os outros produtos também (Actualização: entretanto existe apenas a casca da raiz normal na Europa). O efeito é o mesmo, você só precisa de uma dose maior. No entanto, iremos comentar isto em detalhe no final do artigo. Além disso, o Extracto Alcalóide Total pode ser facilmente produzido por si. Tudo que você precisa é um pouco de vinagre branco (veja as instruções abaixo).

Em vez de comprar iboga, você também poderia ir a uma clínica especializada para retirar opiáceos como a heroína ou metadona. No entanto, isto custa muitas vezes mais e só pode ser feito em alguns locais da Europa (por exemplo, nos Países Baixos ou em Belgrado, ver capítulo abaixo para mais informações).

Comprar ibogaína é legal?

comprar iboga raizA legalidade da compra do Ibogain depende, em grande medida, da sua utilização e, naturalmente, do local para onde o Ibogain se destina a ser importado. Na Europa, por exemplo – que milagre -, o Ibogain só está sujeito à Lei dos Estupefacientes em alguns países e, por conseguinte, é legal em quase todo o lado. No entanto, ele iria então cair sob as disposições do Medicines Act uma vez que ibogaine foi comprado para ser usado em "animais ou seres humanos".

É por isso que os cidadãos europeus apenas encomendam a raiz de iboga como casca ou extracto para fins de investigação etnobotânica. Isto significa que estão absolutamente dentro dos limites legais, tal como estão com ayahuasca, DMT ou mescalina.

Em que países você poderia legalmente comprar ibogaína? De acordo com a situação jurídica atual (2018), está legalmente disponível nos seguintes países, por exemplo:

  • Alemanha (Alemão)
  • Áustria
  • Canadá
  • México
  • Grã-Bretanha
  • Brasil
  • Nova Zelândia (o único país do mundo com regulamentação médica da ibogaína, que está sujeita a receita médica)
  • E muito mais

Em alguns países, entretanto, os ingredientes ativos da planta do iboga de Tabernanthe são proibidos também. Você não pode encomendar Ibogain legalmente nos seguintes países:

  • França (embora os costumes não o encontrem de qualquer forma, porque nenhum cão é treinado nele – por isso não se preocupe)
  • Suíça
  • ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
  • Bélgica
  • Polônia
  • Suécia
  • Noruega

Efeito Iboga

O efeito ibogaine não pode ser descrito em detalhe, mas apenas experimentado, porque é sempre muito pessoal. Pequenas quantidades têm um efeito estimulante (até 5mg/kg), doses mais elevadas de substâncias psicadélicas-alucinogénias.

Como será lido em detalhe abaixo, a raiz de iboga causa conhecimento profundo e insight em humanos sobre as verdadeiras causas inerentes aos seus problemas básicos. Isto não só libertou muitos toxicodependentes da sua dependência, mas também doentes traumáticos e doentes mentais relatam curas espontâneas. Além disso, não provoca a ocorrência de sintomas de abstinência, ou provoca apenas sintomas de abstinência muito ligeiros, durante a abstinência de heroína. Tudo isso está documentado abaixo em detalhes com fontes e relatórios de experiência. Uma experiência tão profunda só é possível, no entanto, se a dosagem for correspondentemente elevada (pelo menos 15mg, melhor 20mg por kg de peso corporal – ver abaixo).

Em geral, o efeito da ibogaína pode ser descrito da seguinte forma:

  • Efeito estimulante central
  • Visões com olhos fechados (eventos importantes da vida também da infância mais profunda ou depois de alguns relatos provavelmente também de vidas passadas são jogados com referência ao problema atual como em um filme) IMPORTANTE: somente com olhos fechados se tem as visões desejadas! Quando são abertos, são interrompidos, permitindo que alguns usuários pulem para situações desagradáveis.
  • Profundo conhecimento e insights sobre causas e conexões dos próprios problemas -> Epifania (= conhecimento súbito de uma grande verdade) e cura mental através dela!
  • Sentimento religioso, espiritual, místico
  • Causa bem-estar e calor interior, especialmente durante a abstinência de opiáceos (provavelmente uma consequência do elevado nível de serotonina e dopamina; mas muitas vezes só após a experiência, dura semanas!)
  • Strenuous para o corpo ea mente (floppiness físico dura dependendo da dose, em parte, mais de 24h -> assim que tirar os próximos 2 dias de folga!)
  • Alucinações (menos a dificilmente com os olhos abertos, mas também outros sentidos, especialmente no que diz respeito à audição)
  • devaneios
  • percepção subconsciente
  • Cura de feridas internas
  • Reforçar a autoconfiança
  • Redução da exposição aos sintomas de abstinência de opiáceos
  • Redução dos desejos (necessidade de drogas) até a superação da doença da dependência
  • Superando experiências traumáticas e distúrbios
  • Possibilidade de cura de psicoses e distúrbios mentais
  • Estimulação da imaginação
  • Tornar as memórias da primeira infância acessíveis
  • Efeito antidepressivo (muitas vezes dura meses)
  • Pequenas doses: elevadora do humor, estimulante, sexualmente estimulante

No entanto, também são possíveis efeitos colaterais (geralmente devido a uso inadequado, como sobredosagem ou consumo misto ou uso apesar de doenças orgânicas anteriores). Estes possíveis efeitos negativos seriam:

  • Tonturas e náuseas
  • Vômito (ocorre em um máximo de 30% e dura apenas por um curto período de tempo, mas pode levar ao efeito desejado do conhecimento não ocorrer, porque o corpo absorveu muito pouco da substância ativa)
  • Mobilidade física temporariamente limitada durante a forte fase de ação (portanto, é melhor deitar-se)
  • Reduz a pressão arterial e a actividade digestiva
  • Reduz o apetite (de acordo com outras fontes, há um aumento do apetite e da digestão)
  • Floppiness físico e mental nas horas seguintes
  • Pode causar reacções alérgicas (portanto, teste com uma pequena quantidade antes de usar se for alérgico à ibogaína)
  • Às vezes a ansiedade (confrontamo-nos com o mais íntimo dos nossos problemas, o que nem sempre é agradável)
  • Insônia depois de uma viagem bem sucedida, que pode durar alguns dias em algumas pessoas (porque elas pensam muito sobre o que experimentaram); mas pelo menos no mesmo dia, dormir é impossível para a maioria das pessoas.
  • por vezes uma enorme infelicidade física, que pode durar alguns dias (sente-se sem energia e exausto -> por isso mantenha pelo menos 2 dias livres após o consumo, para os trabalhadores Sexta-feira é adequado como um dia de consumo logo após o trabalho sem ter comido nada durante o dia)
  • cãibras e sinais de paralisia
  • arritmias cardíacas
  • Morte por paragem respiratória (em caso de sobredosagem, ver abaixo a dose LD50 – extremamente rara, são documentadas 20 mortes)
  • NUNCA consuma junto com opiáceos! Nem mesmo dias após o consumo de iboga, veja abaixo.

Duração da acção

A duração da acção da iboga depende da dose e, claro, do conjunto e do cenário (o estado emocional interior e o enquadramento exterior). O efeito intoxicante direto é indicado nas fontes com 6 a 8 ou 12 horas.

Os efeitos colaterais e o processamento da experiência ainda podem ocorrer 20 a 36 horas após a ingestão, em casos raros (5%) ainda mais tempo. Se a ibogaína de HCL for consumida, o tempo efetivo de 4 a 8 horas deve ser um pouco mais curto do que com a casca da raiz. No entanto, é relatado que a HCL pura carece do "componente honesto" em oposição à droga natural com todos os seus alcalóides.

O início da ação ocorre entre 20 e 45 minutos após a ingestão. Isto é frequentemente indicado pelo zumbido no ouvido. Isto é seguido pelas visões cada vez mais fortes e pelas imagens pessoais no espírito. Após 3 a 5 horas, os sonhos acordados devem então perder sua intensidade e o processo de auto-reflexão e processamento começa.

No entanto, mesmo no dia seguinte a tomar iboga, a maioria dos utilizadores de iboga ainda não consegue viver as suas vidas regulares. Portanto, você deve manter pelo menos um dia livre após o consumo de iboga!

Contra-indicações: Quando não devo consumir iboga e a que devo prestar atenção?

Embora "apenas" 20 mortes tenham sido relatadas na literatura e pareçam ser baixas em vista de milhares e milhares de curandeiros, esse risco ainda existe. A seguir, entraremos em mais detalhes sobre quais podem ser as principais causas disso.

comprar lsdA maioria das mortes associadas ao uso de iboga ou ibogaína estão relacionadas com condições físicas graves, especialmente o coração. Em segundo lugar, os consumidores de iboga morreram depois como resultado de uma overdose de opiáceos. Como explicas isso? Bem, qualquer pessoa que já tenha consumido iboga e, ao mesmo tempo, era um consumidor de opiáceos ou opiáceos terá notado que esta cura milagrosa natural elimina imediatamente todos os sintomas de abstinência típicos de opiáceos apenas uma hora após o consumo. Este efeito dura alguns dias a semanas! Mesmo que se vomite cedo (como eu próprio experimentei pessoalmente) e, portanto, falte o efeito de cognição visionário, os receptores opióides ainda estão tão fortemente ocupados que não se tem sintomas de abstinência nos próximos dias e, além disso, os opiáceos de qualquer tipo, mesmo em doses mais altas, não têm ou quase nenhum efeito!

Este último fato é muito importante de se saber, já que provavelmente não são poucas as mortes que devem ser levadas de volta a experiências fracassadas de Iboga: Os adictos opiáceos não tiveram o esperado avanço no conhecimento, mas sim os efeitos colaterais físicos, tais como monotonia e falta de energia. Subsequentemente, consumiram opióides (heroína, metadona, ópio, oxicodona, codeína, etc.) e perguntaram-se porque não funcionavam. Como resultado, eles podem ter pensado erroneamente que sua droga (especialmente a heroína) tinha muito pouco ingrediente ativo. Então eles consomem novamente e ainda se perguntavam por que não sentiam nenhum efeito. Como é fácil adivinhar, corre-se o risco de, inadvertidamente, perder uma overdose mortal, especialmente porque o efeito opiáceo físico também aumenta! Eu próprio experimentei isto com a kratom (um opiáceo vegetal) no meu próprio corpo: Mesmo 2-3 dias após o consumo de iboga, a kratom não tem qualquer efeito perceptível!

Além disso, é essencial para equilibrar todas as drogas psicotrópicas, tais como antidepressivos, SSRIs e medicamentos similares, de modo que a última ingestão foi um bom 2 semanas atrás. Caso contrário, podem ocorrer complicações. Iboga também lhe oferece a oportunidade única de viver mentalmente curado sem tais medicamentos no futuro! No entanto, se tiver problemas cardíacos ou de fígado (como hepatite, fígado gordo, etc.) e outras deficiências físicas ou mentais graves (como a esquizofrenia), é melhor consultar primeiro uma clínica especializada em iboga (ver abaixo) por e-mail ou telefone. Podes fingir que és um paciente careca interessado.

Teor de ibogaína na raiz, casca da raiz, extracto alcalóide total, HCL e folhas

tabernanthe iboga pflanze wurzel samen blätterA fim de determinar a dose ideal, é absolutamente necessário estar bem informado e consciente do produto encomendado. Verifique com a loja se necessário. Se pretender comprar Ibogain e encomendá-lo online, normalmente são-lhe oferecidas as seguintes opções (o conteúdo do ingrediente activo é baseado em valores médios):

  • Raiz: geralmente contém 1,1 a 1,33%, às vezes até 2,6% (outros nomes): Raiz, raiz de iboga, Tabernanthe radix, raiz de Bocca, raiz de Tabernanthe)
  • Casca de raiz: contém 5 a 6 % (outros nomes: Casca de raiz, Tabernanthewurzelrinde, Tabernanthe radicis córtex)
  • Extracto alcalóide total: contém todos os alcalóides da planta com 50 a 60 % de ingrediente activo (também designado por "extracto TA")
  • HCL: cloridrato puro, contém 99,9% de ibogaína como ingrediente activo puro sem alcalóides adicionais
  • Folhas: forma muito rara de consumo, difícil de comprar – contém 0,35 % (outros nomes: Tabernanthe folium, Tabernantheblatt)

Fonte: Resultados da investigação de Delorme-Houde como um estudo de várias amostras para determinar o teor médio de alcalóides totais. Outros valores médios de outras partes da planta que ele encontrou são os seguintes (embora sejam difíceis de comprar):

  • Casca de ramos: 1,96 %.
  • Sucursais: 0,26 %.
  • Frutos: 0,33 a 0,45 %.
  • Sementes: 1,08 %.

Iboga Dosagem

A dosagem de ibogaína para o efeito ideal é de cerca de 20mg por quilograma de peso corporal e é muito importante para o efeito e especialmente por esta razão do que para muitas outras drogas, porque determina o efeito desejado de auto-reconhecimento, bem como uma overdose tóxica. Embora existam muito poucos casos conhecidos de morte por ibogaína (nas fontes os números variam entre 2 e 20 mortes testadas), o cuidado é fundamental aqui (ver acima sobre contra-indicações).

Queremos, por isso, dedicar-nos à dosagem de Iboga de forma totalmente intensiva e extrair inúmeras fontes da ciência e dos relatórios empíricos dos consumidores até ao aconselhamento. É expresso exatamente em miligramas de ibogaína por quilograma de peso corporal:

  • Se for inferior a 1mg/kg não ocorre nenhum efeito
  • A 3-5mg/kg, os primeiros efeitos começam a aparecer, que são bastante estimulantes na natureza.
  • A mais de 5mg/kg, começa o efeito psicadélico alucinógeno.
  • A partir de 15-20mg/kg em diante, ocorrem descobertas que mudam a vida e efeitos curativos como a libertação de vícios, etc.

(primeiros 3 dados do Erowid, em que 5mg/kg dificilmente desencadeará a experiência profunda desejada)

O Dr. Christian Rätsch afirma a dosagem de ibogaína em mg/kg em seu clássico com referência a Brenneisen (1994, p. 892) como segue:

  • 2-10mg/kg causam uma estimulação do sistema nervoso central
  • A 40mg/kg os receptores de serotonina estão ocupados e um efeito semelhante ao efeito LSD ocorreria.

Um artigo técnico de língua inglesa também menciona 2 detalhes concretos sobre a dose oral de ibogaína em mg por kg de peso corporal:

  • Um estudo neerlandês teve uma boa experiência com a dose de 20-25 mg/kg entre os consumidores de heroína.
  • Hoje, 10-20 mg/kg são o padrão para terapias medicamentosas com ibogaína.

Nossa pesquisa mostrou que os consumidores geralmente consomem entre 15 e 25 mg/kg como "doses cheias" para o efeito de iboga otimamente forte.

No entanto: A dose terapêutica não é comunicada pelas clínicas, pelo que pode ser muito superior à dos nativos da África Centro-Oeste (ver abaixo) e está indicada noutro dossiê com "tipicamente 40mg/kg" como em Rätsch. Usando as percentagens aproximadamente conhecidas de ibogaína na raiz, casca da raiz, alcalóide total ou HCL é possível calcular a dose pessoal (ver exemplo de cálculo abaixo).

O Dr. Rätsch também escreve sobre a dose geral de pó de raiz em gramas:

  • Uma colher de chá cheia de pó de raiz (cerca de 1-2g) tem efeitos eufóricos e estimulantes (reminiscentes do efeito das anfetaminas).
  • 6 a 10 gramas de pó de raiz criam experiências visionárias e alucinações psicadélicas
  • Os nativos de Bwiti usam em seu rito de iniciação entre 50 e 100, às vezes até 200 gramas de pó de raiz de iboga (houve mortes ocasionais).

Infelizmente Rätsch escreve aqui apenas de "pó de raiz" e não se torna inteligente se se trata exclusivamente da casca da raiz, a raiz ou ambos misturados. Porque o teor da substância activa seria diferente num factor de 5!

Os dados sobre a dose letal média (DL 50) de ibogaína em miligramas por quilograma de peso corporal só existem a partir da investigação em animais. Foi administrada por via oral (p.o.), intravenosa (injectada na veia, i.v. ), subcutânea (sob a mão, s.c.), intraperitoneal (na cavidade abdominal, i.p.) ou intragastralmente (no estômago, i.g.). O conhecimento adquirido com isso não pode, é claro, ser transferido de 1 a 1 para humanos, mas eles oferecem marcas de orientação grosseiras.

Os seguintes valores de LD 50 de ibogaína pura foram encontrados em experiências com animais:

  • 82 mg/kg Porquinhos-da-índia domésticos i.p.
  • 82 mg/kg Coelho s.c.
  • 27 mg/kg Rato s.c.
  • 263 mg/kg Rato, por exemplo
  • Fontes:
    ncbi.nlm.nih.gov/
    ibeginagain.org/
    Popik et al in: química e biologia

No processo acima referido, é ainda escrito que, durante 4 dias, se deve testar 5-25 mg/kg p.o. em macacos Western Green. (oralmente) e não detectou quaisquer efeitos tóxicos.

Nas fontes puderam ser encontradas duas mortes, com as quais circunstâncias mais próximas estavam presentes, como dosagem, idade, sexo e ou forma de Iboga (extrato, casca etc.):

  • 1993 Uma mulher de 24 anos morre na Holanda 19 horas após tomar 29mg/kg em 1993
  • Em 2000, um paciente de 40 anos de idade com heroína morre após tomar 5 gramas de um "extracto alcalóide total". Isto teria contido 5 vezes mais do que a casca da raiz. Um extracto alcalóide total de iboga contém normalmente pelo menos 50% de ibogaína pura. Isso corresponderia, neste caso, a um total de 2500mg. Assumindo um peso de 70 kg, isto seria cerca de 35mg/kg.
    Fonte: Ibogaine. Actas da Primeira Conferência Internacional, Alper et al

Alguns autores escrevem que tais mortes estão muitas vezes relacionadas a problemas cardíacos ou ao uso secreto de opioides durante a viagem de iboga (porque a ibogaina aumenta o efeito dos opioides). Nos dois casos específicos, não foi possível encontrar pormenores. Dizem que há um total de 20 mortes documentadas. Mesmo que cada um seja trágico, a raiz certamente salvou milhares de vidas e as fez valer a pena voltar a viver. Cada um deve julgar por si próprio e decidir se quer ir por este caminho.

Exemplo de cálculo para a dosagem correcta de iboga

Segue-se um exemplo de cálculo para a dosagem das diferentes formas de iboga. Nosso estudo de caso é baseado em uma pessoa X pesando 75 quilogramas que visa uma dose de 15mg/kg* (ou seja, 1125mg da substância ativa ibogaína no total). O cálculo é baseado nos valores médios acima. A conversão para o seu próprio peso é uma brincadeira de criança e pode ser realizada sem esforço.

  • Raiz: Se calcularmos com 1,2% de ibogaína, X deve consumir 93 gramas da raiz da iboga!
  • Raiz de casca: Assumindo um teor de ingrediente ativo de 5% (o padrão), esta seria uma dose de 22,5 gramas de casca de raiz de iboga para X. Aqui na loja austríaca você teria que encomendar esta quantidade de iboga! É a única fonte europeia para ele de qualquer maneira (mas cuidado, você tem que enchê-lo em cápsulas vazias antes de consumi-lo, senão ele será muito nojento!)
  • Extracto alcalóide total: Com um teor de ingrediente activo de 50 % (padrão), a dose para X é de 2,25 gramas de extracto TA.
  • HCL: Com pureza completa (quase 100%) isso seria logicamente 1.125 gramas de HCL.
  • * Nota: os 15mg/kg aqui mencionados correspondem a uma dose bastante pequena para um efeito óptimo. Por razões de segurança, é melhor calcular com 20mg/kg!
  • Veja também a tabela acima na secção "Comprar iboga".

Relatórios de experiência sobre dosagem

Na internet encontramos alguns relatos de experiências, em que os usuários falam sobre sua dosagem de ibogaine.

Usado para abstinência de heroína, alguém escreve:

"Tomei 1,4 g de Ibogaína HCL que corresponde a 17,5 mg/kg de peso corporal".

Sobre a dose e experiência com a casca da raiz:

"70-75kg [peso corporal] e minha primeira viagem com casca de raiz eu fiz com 25g, que foi também uma experiência xamânica [forte]".

Sobre a "Fullflood" (o mais forte possível) dosagem de ibogaína:

"Uma dose completa de inundação começa (comigo) a 15mg/kg de peso corporal."

Dosagem muito elevada da casca da raiz (extracto do relatório de experiência em 3 partes, ver abaixo):

"especialmente porque o headshop no folheto da embalagem recomendava uma dose de 5-15g e eu tinha atingido um total estimado de 30-35g".

Relatório sobre a dose de um extracto de TA (Extracto Alcalóide Total):

"Como uma dose que eu tinha (m) em cerca de 60 kg de peso corporal 2g extrato total da casca da raiz de iboga com um conteúdo de cerca de 60% ibogaine. Isto corresponde a 20mg/kg, o que é uma dosagem bastante elevada. “

Consumo e uso oral

O consumo de ibogaína, seja como raiz, casca de raiz, extracto ou HCL, é sempre feito oralmente e, na melhor das hipóteses, o mais esmagado possível. É bebido como chá ou misturado com água ou mesmo comido. É importante engolir todo o material vegetal! Alguns também dizem que você deve tomar a dose total em 2 ou 3 passos a cada 30 a 60 minutos e não todos de uma só vez. Mas também podes engolir tudo ao mesmo tempo. Aqui as opiniões diferem – ambas têm um efeito.

Uma vez que o iboga tem um sabor bastante amargo e nojento, recomenda-se misturá-lo com um pouco de água e depois engoli-lo rapidamente, segurando o nariz. Em seguida, enxaguar com um pouco de sumo. Alguns também o consomem como "boobies" como nós o conhecemos da MDMA. Para fazer isso, embrulhe o pó esmagado em um pedaço de lenço ou papel de cigarro e engula com água. Desta forma, evita-se o sabor desagradável.

Dica: É melhor tomar cápsulas de gelatina vazias como esta. Não há gosto nojento e, portanto, quase não há perigo de vomitar tudo de novo.

Outras dicas para o consumo e manuseio seguro:

  • Deve ter o estômago vazio. É melhor não comer nada durante todo o dia.
  • É aconselhável deitar-se na cama e fechar os olhos. Uma máscara de dormir e um ambiente escuro também. Só quando os olhos estão fechados é que aparecem as visões desejadas.
  • Durante a terapia de iboga no México, o jejum também é realizado antecipadamente. Isto também é conhecido da Ayahuasca e provavelmente serve, por um lado, como preparação para o inibidor de Mao e para evitar os correspondentes alimentos correlatos (e medicamentos!), bem como a preparação mental. Jejuar também significa tirar todas as drogas legais durante este tempo (incluindo café, nicotina, chocolate, etc.).
  • Teste uma quantidade menor primeiro para tolerância e reação alérgica. Só depois de 1 a 2 horas é que se apanha o montante principal.
  • Recomenda-se não tomar tudo de uma só vez. Por exemplo, no início apenas a primeira metade e após cerca de 30 a 60 minutos a segunda metade. Alguns até recomendam consumir a dose total em 3 passos.
  • Nunca consumir sozinho. Se você comprar Ibogain, você também deve pensar em um Tripsitter ao mesmo tempo. Esta pessoa de confiança pode intervir, se necessário, em caso de complicações (especialmente se for usada para a retirada da heroína!).
  • Nunca utilize consumos mistos. Isso não só distorce o efeito desejado, mas também pode ser fatal e imprevisível. Por exemplo, o alcalóide da casca da raiz de iboga reduz a tolerância aos opioides mesmo dias após a ingestão. Isto pode levar a overdoses fatais se os opiáceos forem consumidos na dose habitual. Portanto, preste muita atenção à meia-vida como possível consumidor de opiáceos e não tenha mais nada disso no seu corpo!
  • NÃO tome nenhum opiáceo pelo menos 48 horas após a sessão de iboga, pois eles não têm nenhum efeito de qualquer maneira e estão, portanto, em perigo de uma overdose fatal!
  • A Ibogaine é um inibidor de Mao. Portanto, não tome alimentos e medicamentos adequados e muito menos medicamentos ao mesmo tempo.
  • As mulheres grávidas e as pessoas fisicamente pré-danificadas (especialmente as doentes cardíacas) devem abster-se de consumir iboga.
  • para ambiguidades: Contacte várias clínicas de iboga por e-mail (veja os links abaixo) e pergunte se você estaria em boas mãos com as suas sensibilidades lá. Se você perguntar ao seu médico de família, ele não o aconselhará por falta de conhecimento.

Ingredientes e Farmacologia

As partes processadas pela planta iboga (principalmente a raiz e a casca da raiz) contêm vários alcalóides. O mais importante deles, claro, é a ibogaína. Segundo o Dr. Rätsch, os alcalóides desta planta podem ser divididos em 3 grupos:

  1. Tipo Ibogaine (Ibogaine, Ibogalin, Tabernanthine, Ibolutein, Gabonine, Ibogamine e outros)
  2. Voacangintyp (Voacangin, Voacryptin, Catharanthin und andere)
  3. Tipo Voaphylline (Voaphyllls)

Curiosamente, a ibogaína alcalóide tem uma característica especial em comparação com outras substâncias alucinógenas como a mescalina, psilocibina, psilocibina, LSD, 1P-LSD, ETH-LAD, AL-LAD, 2C-C, 2C-D, 2C-E e outras. Esta excepção consiste numa estrutura especial do anel molecular (iirc), que é provavelmente responsável pela singularidade do efeito. Detalhes exatos sobre isso apareceram durante a pesquisa em um artigo profissional inglês no Google Books, mas não puderam ser encontrados posteriormente como referência de fonte novamente. Se um leitor souber mais sobre isso, por favor, comente.

No corpo humano, a ibogaína é metabolizada pelo citocromo P450 2D6 em noribogaína (12-hidroxibogogamina). Noribogain é um potente inibidor da recaptação da serotonina. Actua como moderada? -agonista do receptor opióide e agonista do receptor µ-opioide fraco.

História e cultura do Tabernanthe iboga

O arbusto Tabernanthe iboga, com cerca de 1 a 2 metros de altura, cresce em frente de todo o Gabão e do Congo. Durante milhares de anos, a concentração particularmente elevada do ingrediente activo ibogaine na raiz do culto indígena Bwiti das tribos Fang e Mitsogo tem sido utilizada como droga curativa e para o rito de iniciação. Os homens jovens comem quantidades extremamente altas da raiz do arbusto de Tabernanthe iboga e assim passam para o status de guerreiro e caçador.

iboga zeremonie durch bwiti stammeskultur

O culto Bwiti é uma religião sincretista feita de elementos do cristianismo missionário e da cultura tribal ur-africana. A planta de iboga é considerada a verdadeira árvore do conhecimento, que vem diretamente do Jardim do Éden. Através dele, o homem pode reconhecer o mundo e Deus na sua verdadeira natureza.

Esta droga sacral foi descoberta pelos britânicos em 1819. O seu principal ingrediente activo ibogaína foi extraído pela primeira vez da casca da raiz (contém a maior concentração) em 1901 por Dybowski e Landrin, bem como por Haller e Heckel. Até 1967 estava disponível gratuitamente no mercado francês como medicamento de baixa dose "Lambarene" e "Iperton". A Iboga foi proibida nos EUA desde este ano.

O inovador efeito anti-adicção foi descoberto mais por acidente pelo viciado em heroína Howard Lotsof, de 19 anos, em 1962, quando ele consumiu a raiz do Tabernanthe iboga para relaxar. No dia seguinte, percebeu que não desejava heroína ou outras drogas. Desde então, a terapia do iboga para o addiction da droga espalhou em torno do mundo e dos lotesof trabalhou durante todo sua vida para fazer esta função conhecida. Ele também recebeu várias patentes para o uso médico da ibogaína. No entanto, comparativamente, poucas clínicas usam esta substância.

Na sequência do aumento da procura, o preço da raiz de iboga aumentou cerca de dez vezes nos últimos 15 anos e estava à beira da extinção! Isto não só torna mais difícil para o adicto, que já está bastante doente, comprar. Também para as próprias tribos, a sua medicina tradicional torna-se incomportável. Portanto, o cultivo de plantas de Tabernanthe iboga é agora cada vez mais forçado. Afinal, são precisos 7 anos para colher a raiz do arbusto. Os nativos, portanto, sempre usam apenas parte da raiz para que a planta possa viver e brotar novamente. Durante a pesquisa, no entanto, descobriu-se que uma outra planta que também produz ibogaína – em quantidades menores, mas que seria muito mais fácil e rápida de crescer. Infelizmente, o nome desta planta natural já não pode ser encontrado. Qualquer pessoa que saiba mais sobre isso é cordialmente convidada a divulgar isso nos comentários!

Aqui está um bom vídeo documentário sobre Iboga:

Preparação do extracto de Iboga TA (instruções)

Para produzir um extracto de Iboga TA (Alcalóide Total – contém todas as substâncias activas da raiz) é recomendado, uma vez que só muito raramente se pode comprá-lo. E em segundo lugar, em vez de 30 gramas de casca de raiz, você só precisa tomar 3 gramas de extrato de TA. Em terceiro lugar, todo o processo é bastante simples e não requer qualquer equipamento de laboratório ou conhecimento químico. Os ingredientes estão geralmente disponíveis em casa ou no supermercado mais próximo.

Siga as instruções abaixo para fazer um extracto de iboga:

  1. O material de partida deve ser a casca da raiz de iboga. Este é processado até ao pó mais fino possível, se não tiver sido já comprado da mesma forma. Um moinho de café, por exemplo, é bastante adequado para isso.
  2. Despeje o pó em um copo alto e despeje tanto vinagre branco destilado (como vinagre de brandy destilado, 5-8%) até que o pó tenha alguns centímetros de altura coberto com vinagre.
  3. A coisa toda é bem agitada (claro que com alguma cobertura) e deixada no escuro por 5 dias. Agite várias vezes ao dia. A mistura irá agora tornar-se mais escura e mais escura à medida que os alcalóides da iboga são dissolvidos.
  4. De seguida, deite esta solução num pano de algodão ou num filtro de café e guarde o líquido num recipiente que possa ser fechado. Dica: Funis e garrafas fecháveis são adequados para isso.
  5. Para extrair os alcalóides restantes, colocamos o pó da casca da raiz do filtro de volta no copo e recarregamos com muito vinagre. Agitar e deixar no escuro como de costume e agitar várias vezes ao dia.
  6. Este tempo filtrar já depois de 2 dias e dar depois novamente a casca de novo para o copo e encher novamente com vinagre. Depois de mais 2 dias filtramos os alcalóides pela terceira e última vez. A casca da raiz, que está livre de quase todas as substâncias activas, pode agora ser eliminada.
  7. Agora tudo o que temos de fazer é remover o vinagre da solução acumulada. Colocamo-los num prato de vidro para forno (outro material também deve funcionar) e colocamo-los no forno a 90 graus Celsius (não mais, caso contrário os alcalóides decompõem-se). A porta do forno deve ser deixada aberta para extrair os fumos (portanto, abra também as janelas da cozinha!). Você verifica regularmente se tudo está indo bem e até que ponto o vinagre já foi diluído.
  8. Quando tudo estiver seco, tire-o para arrefecer. Depois de arrefecido, o extracto de TA iboga é raspado com uma faca. Para o armazenamento, recomenda-se embrulhar em folha de alumínio e depois retirar para o compartimento do congelador.

Nota: mesmo que a fonte mencionada abaixo não indique um grau de pureza, o extracto de TA contém normalmente 50 a 60% de ibogaína. A dosagem deve, então, ser projetada de acordo com isso.

Instruções rápidas para pessoas sem tempo (mas é claro que com piores resultados e menor pureza):

  1. Transformar a casca da raiz em pó
  2. Coloque o pó em uma panela e encha-o com vinagre para que fique completamente coberto e o melhor de todos os 1cm a mais.
  3. Cozinhe em fogo baixo durante 60 a 90 minutos
  4. Em seguida, filtre, mantenha o líquido e ferva o pó novamente em uma panela com vinagre novo.
  5. Repita todas as 3 vezes.
  6. Deixar a solução total evaporar novamente na estufa até que o extracto seco se mantenha.

Fonte deste Guia de Extracto Alcalóide Total Iboga:
http://highexistence.com/g

Iboga para a retirada da heroína e contra a toxicodependência

O Ibogaína é usado como um forte aliviador dos sintomas, abolindo completamente o agente opiáceo para a retirada de heroína, morfina ou metadona (entre outros), bem como uma "droga cognitiva contra a toxicodependência". Este último pode parecer bastante estranho para a pessoa ingênua socializada no estilo social de um termo de droga intolerante. Combater a toxicodependência com uma droga? Absurdo, pode dizer-se que como leigo. Na verdade, a raiz da planta Tabernanthe iboga tem ajudado incontáveis viciados em drogas a superar seu vício. Como mostram os depoimentos abaixo, permite que os adictos obtenham percepções e insights sobre as causas da sua adicção. Estes podem ser medos profundamente escondidos ou experiências da primeira infância.

Mas outros vícios como o vício da nicotina, vício do jogo ou obesidade e distúrbios psicológicos como depressão, ansiedade e transtorno obsessivo-compulsivo, bem como a superação do trauma também podem ser tornados possíveis pela iboga. Muitas experiências de todo o mundo testemunham isso. É claro que o pré-requisito para isso é uma vontade de parar realmente. Além disso, as medidas psicoterapêuticas de acompanhamento e os grupos de auto-ajuda revelaram-se muito úteis. A taxa de recaída de dependentes de heroína tratados com ibogaína é incrivelmente baixa em 20-25% (fontes 1 e 2), enquanto as terapias medicamentosas normais têm taxas de recaída de 90 a 95%.

Agora um pôde querer saber porque é ainda assim que desconhecido e porque um poderia em nenhuma parte simplesmente comprar o ibogaine ou pelo menos começá-lo na prescrição. Uma possível linha de pensamento para isto em toda a brevidade: As empresas farmacêuticas ganham muito dinheiro vendendo drogas de substituição para vícios (metadona para dependentes de opiáceos, etc.) ou para doenças mentais. Se isto substituir um produto natural não patenteável por uma única aplicação, os lucros da indústria farmacêutica serão maciçamente reduzidos. Por conseguinte, não teriam qualquer interesse nisso para a sua própria protecção e não financiariam, certamente, quaisquer estudos científicos.

Um segundo pensamento: Crescemos com uma imagem completamente distorcida de "drogas". Neste mundo os cogumelos psicadélicos são drogas, enquanto que segundo o Dr. Nutt a substância mais perigosa do mundo chamada álcool nunca é tratada como uma droga na percepção do público. Todas as substâncias psicoactivas que não podem ser compradas como drogas legais ou como medicamentos em farmácias são, sem excepção, consideradas más e contraproducentes. Só lentamente é que este contraste absurdo entre boas e más drogas desaparece. A Cannabis está a ser redescoberta principalmente como óleo de cânhamo contra o cancro, e a investigação médica está também a aventurar-se novamente em ##Cogumelos Mágicos e a descobrir o seu potencial curativo. Ibogain é provavelmente também evitado na medicina do vício porque quebra o padrão conservadoramente truncado de pensar de acordo com o qual uma suposta droga não pode curar uma doença causada por drogas. Mas se olharmos para a iboga como um remédio, as coisas são bem diferentes. Além disso, a ibogaína não é viciante. Resta esperar para milhões de pessoas viciadas que uma mudança gradual de consciência ocorra aqui.

Um terceiro pensamento: Como regra geral, os efeitos colaterais e a "perigosidade" da iboga são discutidos. Esta é a principal razão pela qual foi proibida nos EUA e os produtos farmacêuticos não são esperados num futuro previsível. Em contraste, o vício da heroína não é mais do que uma morte temporária. Em vez de morrer de repente, os viciados em heroína morrem um pouco mais a cada dia. Vão perecer durante anos. Se o seu livre arbítrio fosse respeitado, se fossem informados sobre os benefícios e riscos da substância, quase todos se envolveriam na iboga e comprariam e tomariam. Em vez disso, os "especialistas" em suas torres de marfim que estão longe da realidade do vício imaginam que podem tomar essa decisão competentemente em seu nome. Na verdade, estão a privar milhões de pessoas gravemente dependentes de um medicamento que é indiscutivelmente eficaz de acordo com os dados actuais.

Se este texto for lido por um médico, terapeuta de dependência ou profissional similar: Tenham a coragem de abordar esta questão e sejam pioneiros neste domínio! Dê-lhe uma oportunidade e deixe que os resultados falem por si em vez de preconceitos socializados.

Retirada de opiáceos com iboga (para heroína, metadona, oxicodona, etc.)

A terapia de iboga não só inclui uma luta geral contra a dependência profundamente enraizada, como também é adequada para reduzir a abstinência de opiáceos na heroína, metadona, morfina, ópio e assim por diante.

Mesmo os vícios severos da heroína são reduzidos a um nível muito suave por ibogaine durante a retirada. Uma explicação farmacológica para isso é que essa substância é metabolizada no organismo em noribogaína. A noribogaína aumenta os níveis de serotonina e dopamina, garantindo assim o bem-estar mental e a ausência de desejos de heroína. Uma busca ainda não foi capaz de descobrir por que os sintomas físicos de abstinência também são aliviados. Se você tiver alguma informação sobre isso, por favor, envie-a como um comentário.

É claro que tal aplicação nunca deve ser feita sozinha, mas sempre sob supervisão! Há mesmo as clínicas especiais da retirada que se especializam na retirada da heroína com ibogaine. O México e o Canadá foram pioneiros aqui, mas essa possibilidade também existe na Holanda ou em Belgrado. O preço é de cerca de 1500 euros. Para comparação: Aqui na loja você paga cerca de 300 euros e pode fazê-lo sozinho em casa, sob supervisão.

Como mencionado acima, a taxa de recidiva deve ser apenas de cerca de 20%. Um trabalhador de rua até escreve na sua página sobre ibogaína durante a retirada da heroína:

"Após 36 horas de queda de 2 gramas de heroína por dia para zero, sem sintomas de abstinência. Sim, há, e está abafado. Conheço cerca de 15 pessoas que se desintoxicaram com iboga. (Como medicamento Ibogain HCI da Omnichem) […] Não tenho conhecimento de nenhuma recidiva em pacientes desintoxicados com Ibogain. “

Importante: O Ibogaína diminui a tolerância aos opioides e aumenta o efeito. A fim de evitar overdoses fatais, você deve, portanto, esperar pelo menos 7 dias após a última dose de iboga antes de recair. Em um depoimento ligado abaixo, alguém não sabia disso e depois de fumar uma folha de heroína foi recuperada dos mortos por um médico de emergência. A propósito, esta pessoa teve seu renascimento depois e ainda teve visões algum tempo depois da terapia de iboga. Hoje ele se descreve como livre de vícios e curado, apesar da recaída logo após a viagem de ibogaine.

Outra dica para viciados em opiáceos: Se quiseres baixar a tua dose primeiro, recomendamos que mudes para a kratom opiácea legal à base de plantas. No artigo "KRATOM KAUFEN" pode encontrar tudo o que precisa de saber. Muitos viciados em heroína afastaram-se assim da heroína diabólica e aproximaram-se de uma planta natural.

Atenção: Ibogaína e metadona / Polamidona

De acordo com as clínicas de toxicodependência de língua inglesa, quem for substituído por metadona ou polamidona não deve ter tomado estas drogas pelo menos 10 dias antes do consumo de iboga. Os antecedentes farmacológicos para isto em resumo: A metadona ou a polamidona são "opiáceos ativos longos", o que significa que eles agem por um tempo incrivelmente longo no corpo e têm uma meia-vida correspondentemente longa. Também para evitar sintomas dolorosos da retirada alguns dias após a experiência do iboga, devem conseqüentemente ser interrompidos algum tempo antes. As clínicas de retirada recomendam o uso de "opióides ativos curtos", como oxicodona, para superar esses 10 (até certo ponto, também 30 dias). Em Erowid, no entanto, há um testemunho de alguém que tomou metadona (20 a 60mg) durante 20 anos. Ele começou a experiência de iboga de zero a cem sem a substituir. Só depois de uma semana é que ele notou os primeiros sintomas de abstinência ligeira, que ele indica com 5% de força. Depois de 3 semanas eles estavam em 15% dos 100% habituais a serem esperados! Aqui o relatório: erowid.org/exp.php?ID=41752

Aqui está um bom vídeo sobre os efeitos viciantes da iboga:

clínicas de reabilitação que oferecem terapia ibogaína:

Experiências de Iboga e relatórios de viagem

Experiências de Iboga e relatórios de viagens podem ser encontrados em abundância mesmo em países de língua alemã. No seguinte nós publicaremos alguns deles em extratos com referência. As omissões são assinaladas com parênteses rectos. Além disso, listamos links para outros relatórios de experiência.

Ibogain Field, relatório de um ex-viciado em heroína:

"Bloqueia todos os sintomas de abstinência. É a única coisa que sei que toma drogas sem dor. Voei para o estrangeiro para o meu tratamento e dois dias depois estava de volta a Nova Iorque, curado! Já não preciso de heroína nem de cocaína. Até me repugna."

Relatório de campo de um ex-herói e viciado em cocaína de 26 anos:

"Era como se todas as impurezas fossem tiradas do meu corpo. Foi uma experiência muito purificadora. Depois senti-me como novo, puro e fresco." […] "Em Ibogaine", ele disse, "Eu poderia voltar atrás para me ver como realmente sou. Consigo respirar outra vez e estou a ganhar peso outra vez. Já não sinto a necessidade de tomar drogas, embora a oportunidade tenha surgido com frequência. Ibogaine dá-lhe a oportunidade de fazer uma escolha. É uma droga milagrosa."

"Relatório de viagem" de um politoxicómano para superar o seu vício:

"Fisicamente, tive a sensação mais quente de bem-estar durante a viagem, mais forte do que o melhor opiáceo do mundo me poderia dar.

[…]

As minhas expectativas foram muito excedidas:

O desejo pelas drogas acima mencionadas praticamente já não existe. Estou agora novamente capaz de relaxar completamente sóbrio, o meu corpo sente-se tão invulgarmente "suave" para ^^^. Anteriormente, eu estava sob estresse constante devido à falta de auto-estima e autoconfiança, associada à ansiedade social, que muitas vezes me impedia de sair pela porta.

[…]

Mas essa não é a única coisa que mudou. Antes da viagem eu consumia açúcar em excesso e comida açucarada, sentava na frente da TV o tempo todo e assistia uma série após a outra, surfando permanentemente em alguns fóruns de drogas. Já não tenho qualquer desejo por nada disto;

[…]

Só posso recomendar calorosamente a iboga a qualquer pessoa que esteja seriamente pensando em acabar com ela; ela oferece uma oportunidade incrível de desenhá-la grossa, gorda e contínua".

Outros relatórios e experiências podem ser encontrados, por exemplo, em:

IMPORTANTE: Se você mesmo fez experiências do Ibogain, por favor escreva-as abaixo como um comentário e elas serão incluídas no artigo!

Produção e síntese de HCL de Iboga

Seguindo o trabalho de um aluno sobre a via de síntese e a produção de ibogaína como HCL (cloridrato de sódio) puro. Mas isto é bastante teórico, porque nenhum leigo tem esse equipamento e o conhecimento à mão. Acima de um manual para o extrato de TA foi feito, que é suficiente e, em contraste com a HCL também contém todas as substâncias ativas que são importantes para o efeito ideal.

O relatório está originalmente disponível apenas como um arquivo de imagem digitalizada. Ele foi transcrito para si. As figuras das fórmulas estruturais e desenhos químicos podem ser encontradas nos seguintes gráficos anexados antes das instruções de síntese (em alemão, no entanto):

Síntese e produção:

1.) observações introdutórias

Ibogaína (12-metoxibogogogamina) é um alcalóide com estrutura básica de indoloazepina, que ocorre na planta Tabernathe Iboga. Está estruturalmente relacionado com a serotonina (5-HT; 5-hidroxitriptamina) e a 5-metoxi-dimetiltriptamina (5-MeO-DMT, semelhante ao DMT), um alcalóide encontrado, por exemplo, na Psychotria viridis.

O 5-MeO-DMT é usado pelos nativos da Amazônia devido ao seu efeito psicotomimético por xamãs que acreditam que podem se comunicar com fantasmas através do uso da Psychotria viridis. Uma vez que é decomposta pelas enzimas da monoaminooxidase (MAO) antes que possa ter efeito, elas tomam adicionalmente uma preparação de Banisteriopsis Caapi, um cipó contendo o inibidor da MAO harmin [1].

Como sugere a relação estrutural com o 5-MeO-DMT, a ibogaína também causa efeitos psicotomiméticos, tais como alucinações (principalmente ópticas), distúrbios do pensamento, distúrbios do ego e afins. O que torna a ibogaína especial, entretanto, é o fato de parecer ser capaz de influenciar positivamente a dependência de opioides de um paciente, pois pode reduzir ou até mesmo eliminar os sintomas de abstinência de opioides, segundo vários relatos [2].

Esta propriedade faz da ibogaine uma possível droga do futuro. No entanto, como os efeitos colaterais psicotomiméticos são inaceitáveis para o paciente do ponto de vista ético, é também um possível ponto de partida para o desenvolvimento de medicamentos contra a dependência de opióides que não sofrem desses efeitos colaterais.

Nesta tese, deve ser apresentada uma forma de produzir Ibogaína, em particular, e Indoloazepina, em geral, totalmente sintética.

2.) síntese

Em 1967, Stephen I. Sallay apresentou no Journal of the American Chemical Society [3] uma forma de síntese total de ibogamina pela qual a ibogaína derivada de 12-metoxi pode ser obtida enantiomericamente pura.

A síntese é baseada no cis-Endion I. É ketalized a C1 para dar II mantendo a configuração do cis. A partir daí prepara-se o cis-anti-Oxim III, que é reagido com cloreto de tosilo em piridina quente através de um rearranjo de Beckmann para formar o cis-lactam ketal IV com sete membros.

A ligação dupla ao composto IV é então epoxidada para V com ácido peroxibenzóico e reduzida seletivamente para axial-hidroxi-lactâmio VI com hidreto de alumínio-lítio.

A oxidação com reagente Sarett (CrO3 em piridina) produz C7 cetona VII, o grupo lactame que protege o átomo de azoto da oxidação. O oxigénio ceto resultante é então substituído por uma reacção de Wittig com o resíduo de metileno visível em VIII.

A hidroboração produz o derivado equatorial hidroximetil IX, que é então reduzido a aminoálcool X com hidreto de alumínio-lítio na função de lactame. O aminoálcool N-carbobenzoxilado XI é tosilado a XII e os seus grupos ketal e carbobenzoxil são removidos com HBr e AcOH para se obter o hidróxido de XIII. Este composto cicloneia espontaneamente para o sistema de bicicletas XIV dividindo HBr ou HOTs.

Através da síntese de Fischer indole, XIV é convertido através de um imine intermediário XV para ibogamine XVI. Ao seleccionar o reagente adequado para gerar Imin XV, é possível obter a ibogaína apresentada no início.

3.) análise

No Chemical Abstracts encontramos um resumo [4] sobre a análise da ibogaína, mas a publicação correspondente infelizmente não estava disponível. Do resumo, no entanto, mais algumas informações poderiam ser tiradas.

Ibogain é qualitativamente detectado por DC e detectado com os seguintes reagentes:

A: 15g FeCl3 * 6H20 em 100mL 2% HCl

B: 15g Kl em 100mL H20

Os diferentes alcalóides referidos no artigo, que não foram mencionados no resumo, dão uma cor violeta, vermelha, verde ou castanha após a pulverização com o reagente A, que é causada por oxidação ou quelação.

Após uma pulverização adicional com o reagente B, desenvolve-se uma cor castanha-avermelhada que pode ser intensificada molhando com água.

O ponto 4 "Mecanismos de reação importantes" e o ponto 5 "Literatura" podem ser encontrados nas figuras.

Nota: Algumas observações revelam as associações negativas unilaterais de racionalistas com drogas alucinógenas. O autor gostaria de produzir uma substância que apenas alivia a abstinência sem os "efeitos colaterais psicotomiméticos". No entanto, são precisamente aqueles que (podem) superar a dependência de drogas a longo prazo. Isto mostra que a socialização errada da droga está mesmo a entrar em pessoas inteligentes.

Comprar iboga + dosagem, efeitos e opiniões – links externos e internos

Agora que nós explicamos em detalhe como os efeitos, dosagem, tratamento de abstinência, terapia de dependência de drogas, relatórios de experiência, etc. de iboga se parecem e, claro, onde você pode comprar ibogaine e encomendá-lo legalmente, os artigos internos em outras drogas estão ligados. Em seguida, outras fontes para o tópico real.

Ligações internas:

Links externos e outras fontes para Iboga:



1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *